quarta-feira, 24 de janeiro de 2024

Divórcio nas prefeituras: prefeitos e vices rompidos preparam candidaturas opostas no Ceará em 2024


Desde as eleições municipais de 2020, o Ceará tem sido palco de uma série de mudanças nas prefeituras, com a cassação ou afastamento de gestores, a realização de eleições suplementares e até mesmo o rompimento político entre prefeitos e vice-prefeitos. Neste caso, o descompasso ultrapassa os limites da gestão e ganha ares eleitoreiros, sobretudo com a proximidade do pleito. É o que se observa em ao menos 11 municípios do Estado. No primeiro mês de 2024, o acirramento entre gestores ganhou mais fôlego, adiantando uma dinâmica que deve se intensificar a partir do período de campanha. 

CAUCAIA

Em Caucaia, um novo episódio do rompimento entre o prefeito Vitor Valim (PSB) e o vice-prefeito Deuzinho Filho (União) ganhou repercussão nos últimos dias. Este denunciou a realização de cortes de recursos destinados para a vice-prefeitura em 2024, em "retaliação política" pelas divergências, inclusive eleitorais, entre os ex-aliados. 

"Não foi apenas um ataque ao Deuzinho, um ataque político, mas esse ataque foi um ataque institucional e que abre um precedente muito grande para que outros prefeitos, outros governadores, ataquem os seus vices quando não atendem às suas expectativas e suas vontades", criticou o vice-prefeito. 


Segundo informações da Prefeitura de Caucaia, a redução foi causada por uma "reforma administrativa e financeira em todas as secretarias municipais", não sendo algo exclusivo da vice-prefeitura. Ainda segundo a gestão, serão destinados R$ 461,5 mil para "serem utilizados conforme critério prioritário" do vice-prefeito. O valor incluiria o salário mensal de Deuzinho Filho. 

O embate, que ocorre de maneira tímida desde metade do mandato, ganha corpo em 2024 com a proximidade nos prazos eleitorais. Mesmo recuando da intenção de buscar reeleição, o prefeito Vitor Valim vai participar ativamente do processo de escolha do novo nome a representar o Governo do Estado no pleito em Caucaia.

Já Deuzinho se coloca como o principal nome, em Caucaia, da oposição liderada pelo ex-deputado e pré-candidato a prefeito de Fortaleza, Capitão Wagner, e é na gestão que os adversários têm mais chance de aproximar o eleitorado. Por isso, os atritos envolvendo despachos da Prefeitura podem se intensificar até outubro, como já indica o episódio mais recente.

Fonte: DIÁRIO DO NORDESTE 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Equipe do Blog do Deuzinho recomenda:
Leia o post antes de comentar;
É livre a manifestação do pensamento desde que não abuse ou desvirtue a imagem do Blog ou do Deuzinho Filho;
Pede-se apenas tolerância e bom-senso dos comentaristas;
Não vamos aceitar xingamentos, palavras de baixo calão ou ataques ofensivos de adversários políticos;
Não será tolerado nenhum tipo de ofensa, desrespeito, ou em desacordo com as regras do Blog ou algo do tipo: criticar os leitores ou falar mal do Deuzinho Filho (aqui, nem pensar!).
Se preferir use o e-mail:

verdeuzinho@gmail.com

Pré-candidato a Prefeito de Caucaia, Deuzinho Filho, participa de Ato de Filiação de Kamila Cardoso, ao lado do Pré-candidato a Prefeito de Fortaleza, Capitão Wagner

  Filiação da Pré candidata à vereadora de Fortaleza, Kamila Cardoso, no União Brasil  Na manhã desta sexta-feira, o pré-candidato a prefeit...